Vista em close-up do autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels

Extraordinary Objects

Autômato Planétarium

As reproduções figurativas dos céus são uma tradição de longa data. O termo “planetário” surgiu nos tempos antigos, referindo-se a modelos que representam o Sol, a Lua e os planetas mais próximos da Terra.

Em 2014, a Van Cleef & Arpels começou a trabalhar na redução das dimensões do planetário, adaptando-as à escala do pulso. Foi a origem do relógio Midnight Planétarium, que retrata as trajetórias dos planetas do Sistema Solar em um relógio de grande complexidade.

 

Oito anos após a revelação de sua coleção Planétarium, a Van Cleef & Arpels revisita esse conceito, já emblemático, com um novo Objeto Extraordinário para enriquecer seu universo de Astronomia Poética.

O balé dos planetas

Com tamanho impressionante (50 cm de altura e 66,5 cm de diâmetro), o autômato Planétarium apresenta o Sol e muitos dos planetas do seu sistema visíveis da Terra: Mercúrio, Vênus, a Terra – acompanhada de seu satélite, a Lua –, Marte, Júpiter e Saturno. Cada corpo celeste move-se em sua verdadeira velocidade de rotação.

 

Quando a animação é ativada, uma pequena janela revela uma estrela cadente, que percorre o mostrador e indica as horas. Ela baila ao redor dos planetas em um verdadeiro balé – acompanhado por uma melodia especialmente criada em parceria com Michel Tirabosco, músico e concertista suíço. Alternadamente, os planetas movem-se na direção oposta à sua órbita natural, trazendo uma poesia de conto de fadas ao conjunto.

Maestria relojoeira dedicada à Poesia do Tempo

Para reproduzir fielmente o movimento de seis planetas ao redor do Sol e suas posições em um determinado momento, este objeto decorativo emprega um movimento mecânico de grande complexidade. É equipado com um módulo planétarium, juntamente com uma animação sob demanda, permitindo que a dança dos orbes seja reproduzida à vontade, desenvolvida especificamente para a Van Cleef & Arpels.

 

Sob a caixa de vidro do autômato – concebida especialmente para o objeto – uma estrela cadente em ouro, diamantes e rubis Mystery Set indica a hora em um mostrador de 24 horas. Na base do objeto, várias janelas se sucedem: horas/minutos, dia/noite, calendário perpétuo indicando dia, mês e ano e, finalmente, reserva de marcha. Uma janela também permite observar a caixa musical e os sinos do autômato.

A magia dos materiais

Para recriar a maravilha inspirada no contemplar do céu, a Van Cleef & Arpels dedicou especial atenção à seleção e ao trabalho dos materiais; derivados da joalheria tradicional, combinam pedras preciosas e ornamentais.

 

O Sol exibe um núcleo de diamantes em mais de 500 hastes de ouro. Quando o autômato é acionado, um tremor no mecanismo provoca uma vibração. Essa técnica de joalheria permite que o motivo vibre ao menor movimento, acentuando o brilho das pedras.

 

Diferentes planetas tridimensionais estão dispostos ao redor do Sol. Mercúrio é representado por uma pedra da lua e Vênus exibe-se em tons de ágata. A Terra dá lugar de destaque a uma pedra que aparece pela primeira vez nas criações da Maison: a crisocola. O brilho familiar da Lua, em órbita ao redor da Terra, é trazido por uma opala. A cornalina empresta seus tons quentes a Marte. Por fim, Júpiter é adornado com um coração em calcedônia, enquanto Saturno apresenta jaspe, seus anéis mesclam ouro branco com safiras e diamantes.

  • Autômato Planetarium visto de cima, Autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels
A magia dos materiais
Ajuste do anel em ouro ao redor de Saturno, autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels
Cenário da estrela cadente em ouro branco, ouro rosa, Traditional Mystery Set, diamantes, autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels
Ajuste do anel em ouro ao redor de Saturno, autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels
Trabalho em uma peça em ouro amarelo do mecanismo, autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels
Vista do mecanismo por dentro, autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels
Montagem do módulo de calendário perpétuo, autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels

Os planetas e a estrela cadente movem-se em seus próprios ritmos em um cenário brilhante. O conjunto inspira uma dupla emoção, suspensa entre a imersão no universo e a beleza da técnica artesanal.

  • Vista em close-up dos planetas do autômato Planetarium. Extraordinary Object, Van Cleef & Arpels

    Vista em close-up dos planetas do autômato Planetarium