Pedras

Lápis-lazúli

O lápis-lazúli, descrito na Antiguidade como um céu repleto de estrelas, cativa o olhar com seu azul intenso pontilhado de pirita. Ele ostenta plenamente sua profundidade e matiz noturnas em várias coleções de joalheria da Van Cleef & Arpels, como a Bouton d’or® e a Deux Papillons, realçado pelo brilho ensolarado do ouro amarelo e dos diamantes. 

No Egito e na Mesopotâmia, o lápis-lazúli era esculpido para criar objetos excepcionalmente luxuosos.

O lápis-lazúli é uma pedra ornamental e opaca de composição altamente variável, exibindo uma cor predominantemente azul escura, fruto de uma alta proporção de lazurita, seu componente mineral primário.

Seu nome vem do latim lapis (pedra) e do árabe azul. No Egito e na Mesopotâmia, o lápis-lazúli foi esculpido para criar objetos excepcionalmente luxuosos (carimbos cilíndricos e estatuetas de deuses) para membros da realeza. Ele também pode ser encontrado com desenhos gravados em anéis etruscos.

 

 

 

As pedras selecionadas pela Van Cleef & Arpels se destacam pela pureza e intensidade de suas cores, com salpicos de pirita, bem como pelo seu brilho acentuado, obtido por polimento repetido.

Para proteger essa pedra contra danos ou arranhões, a Maison recomenda armazenar as peças de lápis-lazúli em uma caixa forrada com tecido seco, separadas de outras joias.

 

 

 

  • Pulseira contas de LápisLazúli para Féerie e Jour Nuit. Técnica artesanal - SIHH13. Enfiadura, escultura em ouro, seleção e cravação de diamantes, Van Cleef & Arpels

    Pulseira contas de Lápis-Lazúli para Féerie e Jour Nuit. Técnica artesanal - SIHH13. Enfiadura, escultura em ouro, seleção e cravação de diamantes.