Estilo

A Minaudière: ícone de feminilidade e elegância

Criação ilustre da Van Cleef & Arpels desde 1933, a Minaudièreᵀᴹ tornou-se ela própria um acessório de joalheria, uma representação da visão de elegância da Van Cleef & Arpels.

 

Criada pela Maison em 1933, a Minaudière foi concebida para proporcionar uma versão aprimorada dos nécessaires dos anos 1920 (muito em voga na época) às mulheres do mundo todo. Depois de reunir diversos acessórios indispensáveis, Alfred Van Cleef batizou a nova criação de ‟Minaudière”, nome da propriedade da família nos arredores de Paris.

    Visualização dos diferentes elementos que constituem a Minaudière Eglantine, 1939, Patrick Gries, Arquivos Van Cleef & Arpels

    Visualização dos diferentes elementos que constituem a Minaudière Eglantine, 1939, Patrick Gries, Arquivos Van Cleef & Arpels

Confeccionadas com materiais como Stryptor e ouro, as caixas eram gravadas, laqueadas, adornadas com motivos em guilhochê ou ornamentadas com pedras preciosas. Apresentam compartimentos destinados a alojar os diversos acessórios indispensáveis para uma mulher do mundo. Dentro de uma bolsa de cetim preto ou simplesmente levada na mão, a caixa poderia conter um espelho, batom, pó compacto, piteira, isqueiro, bem como um relógio retrátil em miniatura. Mantendo a tradição da Maison de joias transformáveis, alguns fechos da Minaudière podem ser destacados e usados como broches.

 

Sóbria, colorida ou cintilante: ao longo de décadas, a Minaudière ostentou os mais variados designs, refletindo as mudanças de épocas e influências. Da laca preta lisa dos anos 30, decorações artísticas e naturalistas dos anos 50, chegamos às composições oníricas dos anos 2000, em preciosos motivos que oferecem o toque de refinamento perfeito para fazer a figura feminina brilhar.