Ok

> > > >

    Estilo


    Associações de pedras

    Voltar

    “Cada pedra tem uma alma que lhe é própria”, gostava de dizer Claude Arpels. Sobrinho de Estelle Arpels, ele viajou o mundo em busca dessas maravilhas, admirando-lhes o "fogo interior”.

    Desde sua criação, a Maison elabora coleções de Alta Joalheria que associam pedras preciosas combinações e materiais cintilantes. Já adotadas pela Van Cleef & Arpels nas décadas de 1960 e 1970, pedras preciosas, finas e duras, combinam e contrastam, dando origem a uma joalheria que expressa novas harmonias.

    “Cada pedra tem uma alma que lhe é própria”, Claude Arpels

    Ao sabor das gemas harmoniosas, surge o encantamento; ao longo das linhas sinuosas, a atração pelos novos horizontes. Em um colar de 1976, luxuriantes turmalinas entalhadas emprestam um exuberante floreio a três fileiras de contas de ametista, enquanto as nuanças do coral e do ônix preto e verde, combinam-se com brio em um colar longo de 1972 fixando um generoso medalhão.

    Desses encontros nascem emoções inéditas, instilando uma alquimia notável e única a cada criação. No anel Sea Side , o azul luminoso da turquesa parece ser exaltado pelo brilho cintilante de um diamante “Fancy Vivid Yellow” de 5,34 quilates, enquanto a exuberante espinela cor-de-rosa do anel Summer Cocktail floresce numa corola de coral e safiras.

    Safiras amarelas delicadamente radiantes, granadas mandarins e diamantes compõem uma fascinante gradação de tons no colar Rayons Précieux, enquanto o colar Zip Antique Élégance conjuga ônix, coral vermelho, diamantes e pérolas brancas de cultura em uma combinação elegantemente contrastante.

    Se você estiver interessado nesse tema, você poderá apreciar também:Pierres de Caractères™

    Voltar