Ok

> > > >

    Pedras Van Cleef & Arpels


    Espinela

    Voltar

    A espinela existe em numerosas cores. Antes chamada de carbúnculo, a espinela só foi receber seu nome atual tardiamente. A origem da palavra "espinela" é incerta: pode significar “centelha” (do grego spinther) ou “ponta” (do Latim spiculum), referindo-se à forma acuminada dos cristais.

    A espinela possui um elevado índice de refração o que lhe confere uma vivacidade excepcional. O brilho único da espinela, ligeiramente metálico, e a grande pureza da sua matéria, fazem dela uma pedra excepcional.

    À imagem de outras pedras preciosas da mesma família (corídum) – os rubis e safiras – a espinela apresenta uma ampla paleta de cores que vai do rosa claro ao púrpura. Dentre todas, a mais valorizada é uma variedade cor de groselha. A Maison dá preferência a espinelas em tons de groselha e framboesa, ou, mais excepcionalmente, em tons de malva ou azul.

    O brilho único da espinela e a grande pureza da sua matéria, qualificam-na como uma pedra excepcional

    Espinela  - Van Cleef & Arpels
    Espinela

    Como evidenciado por um grande número de joias antigas ornadas com espinelas lapidadas, ela era uma pedra bastante popular na antiguidade e tende-se mesmo a confundi-la com o rubi
    na idade média.

    Conservação da  espinela:

    A Van Cleef & Arpels recomenda fazer a limpeza com água morna ensaboada, utilizando uma escova macia para remover gordura e poeira. Como ocorre com a maioria das pedras preciosas, as espinelas devem ser mantidas numa caixa forrada de tecido apartada de outras peças de joalheria para evitar arranhões com outras pedras mais duras.

    Se você estiver interessado nesse tema, você poderá apreciar também:O anel Cocktail

    Voltar