A arte de fazer relógios


    Esmalte Grisaille

    Voltar

    A técnica de esmalte grisaille – desenvolvida na França a partir do século XVI – é exibida nos relógios Poetic Complications® Lady Arpels Pont des Amoureux de maneiras diferentes nos dois mostradores.

    No mostrador da versão noturna, o esmalte “grisaille” envolve o trabalho com pigmentos brancos em um fundo preto. Para fazer isso, a base de metal é primeiro revestida com uma camada de esmalte preto. A dificuldade está na obtenção de uma camada lisa em preto profundo sem impurezas, que será capaz de suportar várias queimas. Mais finamente moído que o esmalte tradicional, os grãos de esmalte são misturados com uma essência natural desenvolvida especialmente para a técnica de Grisaille.

    A tinta branca, conhecida como "Blanc de Limoges", é aplicada de forma espessa ou fina, dependendo do efeito desejado. Quanto mais fina a camada, mais cinza fica o branco quando o preto brilha através do pigmento transparente.

     

     

    Esmalte Grisaille - Van Cleef & Arpels

    Esta técnica cria um espetacular e misterioso efeito de relevo arquitetônico.

    No mostrador da versão diurna, a técnica de esmalte colorido “grisaille” é usada pela primeira vez: esmaltes rosa e azul sobre um fundo branco, para evocar a qualidade suave da luz do dia.

    O esmalte “Grisaille” é aplicado primeiro com um pincel e depois desenhado com uma agulha. A ponta de metal da agulha permite criar contrastes sutis e jogos de luz e sombra na imagem final. Esse tipo de esmalte requer 30 a 40 horas de trabalho, sendo que cada mostrador é queimado aproximadamente dez vezes para alcançar o resultado desejado. A queima dá um toque de mágica a essa técnica, revelando as cores finais e criando um efeito espetacular de relevo arquitetônico.

    Se você estiver interessado nesse tema, você poderá apreciar também:Esmalte Paillonné

    Voltar