Ok

> > > >

    Lendas da Van Cleef & Arpels


    Pierre Arpels: elegância atemporal

    Voltar

    Pierre Arpels integrou-se à Van Cleef & Arpels no final da Segunda Guerra Mundial. Ele aportou uma contribuição singular para a história da Maison quando, em 1949, em total sigilo, projetou um relógio de rara qualidade e beleza atemporal. Ele realizou, assim, o seu sonho de criar "uma obra excepcional" à qual deu seu próprio nome: Pierre Arpels.

    Ele realizou, assim, o seu sonho de criar "uma obra excepcional" à qual deu seu próprio nome.

    Pierre Arpels - Van Cleef & Arpels
    Pierre Arpels

    No início, este relógio, nascido da excelência, só estava disponível para o círculo fechado de amigos e familiares de Pierre Arpels. O relógio Pierre Arpels passou a integrar a coleção relojoeira da Maison em 1967 e figura até hoje como um grande clássico.

    Originalmente em ouro amarelo com um mostrador esmaltado branco e uma pulseira preta em couro de crocodilo, ele foi  apresentado em uma infinidade de versões ao longo dos anos, sempre conservando esta aliança singular entre tradição e modernidade.

    Elegante e extremamente delgado, o relógio Pierre Arpels é imediatamente reconhecível por seus dois pinos de sustentação individuais e finos situados acima e abaixo no mostrador,  nas posições de 12 e 6 horas. O relógio Pierre Arpels é ainda hoje um símbolo de uma sofisticação sóbria e refinada que reside no cerne do estilo Van Cleef & Arpels.

    Se você estiver interessado nesse tema, você poderá apreciar também:O relógio Pierre Arpels

    Voltar