Ok

> > > >

    Peças Históricas


    As pulseiras Manchette

    Voltar

    Daisy Fellowes, neta do inventor da máquina de costura, Isaac Singer, é conhecida por ter sido uma das mulheres mais elegantes e glamorosas do século XX. De origem americana e francesa, ela se afirmou pelo seu estilo vanguardista e pela sua desenvoltura na cena da alta sociedade.

    O seu gosto ousado e luxuoso foi definido em duas palavras pelo célebre fotógrafo de moda Cecil Beaton: “simplicidade estudada”.Ela fez a alegria de várias revistas tais como a Vogue e a Harper’s Bazaar, da qual  tornou-se mais tarde, em 1933, a diretora editorial.

    Essa criação de inspiração Indiana reflete o gosto Daisy Fellowes pelo exotismo e pelas viagens

    Pulseiras Manchette, 1926 & 1928, Coleção Particular - Van Cleef & Arpels
    Pulseiras Manchette, 1926 & 1928, Coleção Particular

    Ela iluminou as páginas de várias revistas tais como a Vogue e também a Harper’s Bazaar, da qual  tornou-se mais tarde, em 1933, a diretora editorial.

    Daisy Fellowes também era famosa pela sua notável coleção de joias, regularmente examinada pela imprensa de moda. Entre as joias mais surpreendentes da Van Cleef & Arpels que ela possuía, encontram-se as suas incríveis pulseiras Manchette  em diamantes, ornadas com contas de esmeraldas.

    Daisy Felowes encomendara um Segundo bracelet a fim de usa-los ao mesmo tempo, um em cada pulso e a Maison tomou a iniciativa de inovar e confecciona-las como peças transformáveis. Montadas em conjunto, esses bracelets se transformam em uma suntuosa gargantilha. Essa criação de inspiração Indiana, reflete o gosto de Dasy Fellows pelo exotismo e pelas viagens.

    Se você estiver interessado nesse tema, você poderá apreciar também:Metamorfose

    Voltar