Ok

> > > >

    Peças Históricas


    Conjunto Chapeau Chinois

    Voltar

    Em 1931 foi organizada a “Exposition Coloniale Internationale” no Palais de la Porte Dorée no Bois de Vincennes, hoje conhecido pelo nome de Musée des art Africains et Océaniens. Essa exposição tinha por objetivo apresentar as diversas culturas, artes e obras dos impérios coloniais europeus e atraiu cerca de 33 milhões de visitantes do mundo inteiro. Um cartaz da exposição com um slogan inspirado na obra "A Volta ao Mundo em 80 Dias" do escritor Francês Júlio Verne traduziu o tom desse evento histórico monumental: "O grande encontro de culturas".

    Para o evento, a Maison Van Cleef & Arpels transformou o tradicional chapéu chinês das colônias do Extremo Oriente da França, em um conjunto de joias criativas: o conjunto Chapeau Chinois. O ouro polido confere a esse conjunto um estilo surpreendentemente moderno e despojado, que testemunha a ousadia criativa da Van Cleef & Arpels. Verdadeira obra de arte atemporal, o conjunto Chapeau Chinois foi relançado em 2000.

    A exposição colonial também permitiu que a Van Cleef & Arpels renovasse sua iconografia e criasse suas próprias versões de joias inspiradas nas colônias francesas. Nasceram daí peças como a versão joalheira de um colar africano em marfim e coral assim como um colar em ouro, coral e ébano. Algumas delas foram adquiridas pela vanguardista Florence Jay Gould.


    Voltar